VICIADO. EM REDE SOCIAL.

Postado em 10.05.2017 | 20:46 | admin

Quem começa a usar muitas vezes fica dependente. Quer usar todos os dias, deixa de fazer outras coisas para continuar usando e mesmo com a proibição dos pais não para de usar. Gostaria que a gente estivesse falando sobre uso exagerado das redes sociais, mas o assunto desse post é o uso de drogas. Vamos falar sobre uma campanha contra as drogas, que foi uma das primeiras campanhas criadas por uma agência baiana a viralizar na Bahia.

A situação das drogas é um problema social. Uma das maneiras de se tentar combater é através da informação, da comunicação, de campanhas publicitárias. Muito já foi dito e apesar de existirem belas ideias publicitárias sobre o tema,  a eficácia destas campanhas é bastante questionada.

A complicação é como atrair a atenção dos jovens para um assunto sério justamente em momentos em que estão buscando diversão, distração, descanso.  Na verdade, hoje em dia atenção uma coisa cada vez mais difícil de se conseguir. Somos bombardeados de mensagens por todos os lados e é um desafio escolher para qual delas iremos dedicar parte dos nossos preciosos segundos.

A pergunta a ser feita é: como fazer isso? Como trazer o tema complexo das drogas para uma conversa entre jovens? Pode ser através da música? Do futebol? Será que a gastronomia que está tão na moda pode ser interessante? Se a gente usar pessoas famosas? Será que algum desses recursos será suficiente? Será que se criarmos uma mensagem de forte impacto, criando um suspense aumenta nossas chances?

A resposta foi usar tudo isso ao mesmo tempo. Usamos Claudia Leite, Margarete Menezas, Leo Santana, , Jorge Portugal, Dadá, jogadores do Bahia e do Vitória. Ao lado de cada um, um carimbo carregado de preconceito: viciado, dependente, usuário. Isso foi veiculado em outdoors na cidade de Salvador e, depois de mais de uma semana, colocamos os complementos: viciado em pagode, dependente de sucesso, usuária de dendê.

Junto os outdoors vieram filmes para tv e mais uma novidade desta campanha de 2011: o uso planejado da internet. Na primeira fase da campanha, eles mantiveram o mistério na web através de suas contas no twitter e depois divulgamos vídeos gravados com eles especialmente para as redes sociais. Sucesso total.

Veja um dos filmes da campanha

A campanha criada pela Engenhonovo gerou memes, dominou os posts nas redes sociais, gerou matérias em sites e blogs, artigos de jornal e muita conversa entre os jovens, que desde o começo era o objetivo de tudo. Se foi bom ter feito essa campanha? Foi viciante.

Veja mais em:
http://www.pactopelavida.ba.gov.br/viversemdrogas/
http://www.sinaprobahia.com.br/mundo-digital/pacto-pela-vida-depoimentos-de-personalidades-baianas-ja-estao-na-internet/

Artigo foi escrito como parte do Programa Nanodegree de Marketing Digital da Udacity.

TAGS:

MUITO GOSTOSO

Postado em 11.11.2011 | 16:37 | admin

Muita gente já conhece o Muito Tudo, o jornal virtual da Muito. Agora estamos lançando mais uma publicação, com dicas bacanas sobre gastronomia. Como a gente acredita na força das ideias coletivas, fique à vontade para mandar sua dica. Se a gente curtir, a gente publica. Você pode fazer seu cadastro para receber o Muito Gostoso no seu e-mail ou acessar através do link que a gente divulga no Twitter e no Facebook. Tomara que você se delicie com essa novidade.

Muito Gostoso

> Este é o link para ver a edição 01

TAGS:

MUITO NOVA

Postado em 14.09.2011 | 15:21 | admin


Muito Nova

Aqui na Muito a gente adora Raul Seixas. Será que é por isso que a gente muda tanto? Boa pergunta. Vamos contar um pouco da nossa metamorfose.

Começamos em uma sala super chic no Trapiche Adelaide, mudamos para um estúdio meio underground no Itaigara, fomos para uma casinha charmosa na Estrada de São Lázaro na Federação, depois nos rendemos ao mundo business e fomos para o Espaço Empresarial na região da avenida Tancredo Neves. Ufa!

Agora estamos dando mais um passo em nossa busca por um lugar bom para trabalhar, receber os clientes e reunir os amigos. Nosso novo endereço fica na sala 608 do edifício Advanced Trade, o mesmo prédio da Uranus2.

Apareça para tomar um café ou uma cerveja. A gente vai gostar. Muito.

Endereço Muito Novo.
Rua Frederico Simões, 98
Edf Advanced Trade, sala 608.
Telefone: 71 3272.1819

QUAL É O SEU TIPO?

Postado em 15.06.2011 | 21:15 | admin

Fazer muito com pouco é uma marca da Muito. A gente sabe como é difícil conseguir produzir fotos e encomendar ilustrações no mercado publicitário baiano. Mas a gente também sabe que isso não é motivo nem desculpa para fazer uma campanha sem criatividade.

É óbvio que somos suspeitos, mas achamos que a campanha para divulgar a Escrita Soluções de Impressão ficou, tipo assim, muito legal. Fizemos outdoors, busdoors, anúncios para jornal, banner para internet e comercial para televisão, com produção da Mosca Films. Tomara que você também goste (muito) do resultado.

TAGS:

FORRÓ FOR ALL

Postado em 14.06.2011 | 22:09 | admin

O pessoal da Muito gosta de festa, mas também gosta de trabalho. Quando podemos juntar as duas coisas, aí pronto! Pois bem, estamos fazendo a divulgação do Forró dos Mascarados. A festa vai resgatar a tradição junina na cidade, com direito a barraca do beijo e tudo.

Sim, a Muito também está fazendo a divulgação nas redes sociais, com destaque para a página do bloco no Facebook, onde rolam promoções e sorteios de ingressos. Curta muito!

O quê: Forró dos Mascarados
Aonde: Clube Fantoches (Largo 2 de Julho)
Quando: 16/06 a partir das 21h
Quem: Banda Mascarados, Trio Nordestino e Magary
Ingressos: R$20 na Ticketmix

TAGS:

MUITO PUNK, UAI!

Postado em 18.05.2011 | 13:44 | admin

Márcio Sant’Ana, sócio e diretor de criação aqui da Muito, foi convidado por Helmut Gondim para fazer uma participação especial em sua coluna no site da ABAP de Minas Gerais. Para quem não conhece, Helmut é mineiro mas fez e faz parte da história da propaganda baiana, contribuindo para valorizar o trabalho criativo de agências como SLA, Pejota e Propeg. Helmut também contribuiu com suas ideias em diversos estados do Brasil e em países da América Latina, mas o mais importante é que por onde passou deixou laços de amizade, como ele mesmo diz.

Uma coisa que não pode deixar de ser destacada é a coragem da direção da ABAP de Minas em publicar um texto com um teor crítico tão forte. Uma pena que muitos dos dirigentes da propaganda baiana não pensem desta forma. Se a mentalidade aqui na boa terra não fosse tão politicamente correta, talvez a propaganda baiana não estivesse vivendo um momento tão sem graça.

Bom, toda essa conversa é para lembrar que ao ser convidado para escrever na tal coluna da ABAP mineira, Márcio resolveu estender o convite para Punk, que é redator aqui na Muito. Tudo bem que Punk não vem aqui na empresa todo dia, mas nem por isso deixa de ser nosso redator. O texto de Punk foi um tanto polêmico e rendeu uma certa confusão e tal e coisa. Enfim, leia o texto que está no link abaixo e deixe seu comentário.

> Leia aqui o texto de Márcio com participação de Punk na coluna de Helmut.

TAGS:

REVISTA DO SYENITO

Postado em 30.03.2011 | 18:08 | admin

A Revista do Syenito foi um trabalho feito para a Syene em tempo recorde. Aconteceu mais ou menos assim. Carla Souza, da produção da Propeg (que atende a Syene), ligou pra gente numa sexta de manhã. Na sexta de tarde a gente foi lá, junto com Marco Alemar, que além de nosso amigo é um grande ilustrador. No sábado, fizemos uma reunião e decidimos como seria a cartilha, que no caso acabou sendo uma revista.

Durante a semana foi aquele vai pra lá e vai pra cá, com textos e ilustrações sendo aprovadas e melhoradas, até que na sexta de madrugada as 16 páginas estavam prontas. Ufa! Sábado foi pra Grasb e na terça, dia da água, estavam nos stands da Syene sendo distribuídas pra criançada. Veja ela aí.

Água mole em pedra dura, tanto bate até que a fura. O mercado de Salvador começou a perceber o que significa esta tal “produção de conteúdo”. Faz tempo que a Muito tem feito isso. Já editamos o livro “Olhares e Letras” para a Escola Experimental, fizemos os jornais do Hospital da Cidade e da Fabasa, fazemos newsletters diferenciadas para vários clientes, produzimos roteiros para documentários e editamos as Revistas TudoBem e PêÉfe. Tudo isso pode ser visto aqui no site, clicando em Conteúdo. Vá lá. Tomara que você goste. Muito.

Para saber mais sobre Marco Alemar, acesse www.marcoalemar.com.

TAGS:

SALVE SALVADOR!

Postado em 29.03.2011 | 13:42 | admin

Antes que este post crie polêmica, aqui vai um aviso. A Muito ama Salvador, tanto que a nossa marca foi criada com elementos típicos da cultura soteropolitana. Mas a gente não ama o que está acontecendo com a nossa cidade.

Onde foi parar a Cidade da Bahia descrita por Jorge Amado? Cadê a terra do branco mulato e do preto doutor? Nosso carnaval ainda é a oitava maravilha? Será que se hoje alguém encontrar um grande amor vai prometer sarapatel e lua de mel em Salvador? Vivemos na cidade do axé ou na cidade do pavor?

Salvador virou uma cidade violenta, o trânsito está um caos, as ruas estão sujas, as barracas de praia deram lugar a entulhos, o carnaval é feito para turistas, nosso metrô não sai do lugar, o Pelourinho está se acabando e a música que já foi a referência do Brasil se resume a um amontoado de vogais “aê aê, iá iá, iô iô”.

No mundo empresarial não é diferente. A ganância está dando as cartas faz tempo. A lei que diz que o de cima sobe e o de baixo desce segue dominando tudo. O que os de cima ainda não perceberam é que os de baixo estão querendo a parte deles, aumentando a insegurança. De que vale ter dinheiro sem ter liberdade?

É preciso que a fraternidade que está no imaginário do baiano seja posta em prática para que Salvador volte a ser uma cidade grande com a tranquilidade de uma cidade pequena. Sim, porque hoje somos uma cidade pequena com os problemas de uma cidade grande.

Na propaganda, então, estamos andando em um ritmo frenético em direção a lugar nenhum. Cadê os comercias das Óticas Ernesto, meu rapaz? Onde colaram os velhos outdoors do Iguatemi? E as propagandas da Bahiatursa que nos enchiam de orgulho na televisão? Cadê isso tudo? Porque faz tanto tempo que a gente não faz mais nada que esteja à altura do que nós pensamos que somos?

Salvador é linda demais, tem história demais, tem um povo que luta demais, tem tudo demais pra estar deste jeito. Alguém, por favor, salve Salvador!

TAGS:

QUE BLOCO É ESSE?

Postado em 2.03.2011 | 19:30 | admin

O Bloco Muito Doido sai na Barra, na quarta-feira antes do carnaval. Este ano a concentração será na frente do Praieiro, ali na orla. O bloco não é Open Bar, mas pelo menos é de graça. É só chegar vestindo uma camisa da Muito. Pode ser Lute Muito, Acredite Muito ou Sonho Muito. Qualquer uma, dá acesso ao bloco.

Sim, o Bloco Muito Doido não tem corda. A gente poderia dizer que o bloco é sem cordas para preservar a liberdade que deveria ser uma marca do carnaval ou que é um resgate dos tempos remotos onde o carnaval era de fato para todos, mas na verdade é assim porque é um bloco muito doido. Outra coisa. O bloco é parado, daí o nosso slogan: o bloco que não vai pra lugar nenhum.

É isso aí. Curta Muito. Beije Muito. Brinque Muito. Tudo Muito.

TAGS:

#PICOLEDAESCRITA

Postado em 25.02.2011 | 17:48 | admin

Depois do #estáescrito no final do ano, que foi parar nos TT’s de Salvador, pensamos em mais uma ação deliciosa para a Escrita. A ideia do #picoledaescrita surgiu para aproximar a empresa dos principais clientes de uma forma simpática e deixou muita gente com água na boca.

A ação era o seguinte. No meio da tarde, a equipe da Escrita chegava na empresa com um isopor cheio de picolé para refrescar a tarde da galera. Não tinha sorteio, nem ninguém era obrigado a comprar nada, era só escolher o sabor e pegar quantos quisesse. Tinha cajá, mangaba, cupuaçu, amendoim, coco, morango. Tudo com a participação animada de Rodobaldo da Ribeira, que deu um clima ainda mais gostoso por onde o #picoledaescrita passava.

O que deixou a brincadeira ainda mais divertida, foi o uso das redes sociais para ampliar o número de pessoas impactadas com a ação. Durante os dias da ação, o twitter da @EscritaE anunciava onde o #picoledaescrita estava e perguntava onde seria a próxima visita. O pessoal tuitava e quem fizesse mais pedidos na rede recebia a visita de #rodobaldodaribeira. A ação deveria durar 3 dias, mas foi ampliada para 6 dias.

O Facebook também foi importante, porque depois de cada dia, as fotos e vídeos das visitas eram postados na página da Escrita, gerando comentários e a participação de cada vez mais pessoas. Junto com a ação também foi feito um trabalho de e-mail marketing, divulgando os serviços mais procurados durante o verão baiano, sendo que a arte do e-mail foi reproduzida em forma de um cartaz/picolé, que a equipe da Escrita levava durante as visitas.

O resultado dessa brincadeira? 6 dias de ação, mais de 50 empresas visitadas, cerca de 2500 picolés distribuídos, centenas de sorrisos, mais de 300 tweets com a tag #picoledaescrita e milhares de pessoas impactadas pelo twitter.

As fotos da ação podem ser vistas na página da Escrita no Facebook. Gostou? Da próxima vez que quiser fazer uma ação diferente, é só falar com a gente. Invente Muito.

TAGS: